A “sútil” diferença …

É nítida a  “pequena-enorme” diferença que existe entre homens e garotos!

Não! Eu não estou falando de idade. Até porque e ainda bem, há exceções em todas as regras. Inclusive,  sei de alguns poucos “pirralhinhos” que possuem maturidade admirável e vários “quase idosos” que tem a mentalidade de bebê (que os bebês me perdoem). Mas isso não vem ao caso agora!

Como já contei em outras oportunidades, tenho a mania de prestar atenção, analisar letras de músicas e relacioná-las com situações do cotidiano. Por conta desses devaneios musicais, eis aqui mais um post da série MÚSICAS QUE NOS FAZEM REFLETIR:

Roberto Carlos – o rei, conseguiu descrever o sonho/grande desejo da maioria das mulheres na letra da canção que embala o casal protagonista da nova novela das oito da Rede Globo.

Confesso que essa música me trouxe esperanças, ahahaha! Em algum lugar do universo deve ter pelo menos UM representante dessa raça: Homem de verdade. (OK! Não precisa ser exatamente igual a música – eu particularmente, detesto grudinho. Mas se for similar, tá ótimo!)

Do outro lado da moeda, uma “Pérola da MPB”, com alto teor machista, mostra claramente a necessidade que algumas pessoas do sexo masculino, inclusive com mais (ou muito mais) do que 20 e poucos anos, porém bastante imaturos e idiotas – tem de autoafirmar-se como garanhões e pegadores.

As perguntas que não querem calar:

– Por que um sujeito desses entra em um relacionamento?

– Por que a namorada merece ser traída enquanto vai ao banheiro da balada? (O que vai ter de coleguinha ciumenta com medo de ir ao banheiro depois dessa, nossa…ahaha).

– Então vale a pena trocar uma garota legal (se é namorada, o sujeito deve ter visto pelo menos uma coisa boa na moça) pela gostosona que vai pra balada pra se oferecer para os moços compromissados?

Muita podridão! Desrespeito.  Só sendo muito moleque pra se submeter a uma coisa dessas.

E outra, os garanhões se esquecem que muita coisa pode acontecer no caminho até o banheiro. E ainda, que eles próprios também vão ao banheiro e aí são as digníssimas namoradas que ganham os tais minutinhos de solteira. Vale se lembrar sempre daquela historinha de se colocar no lugar do outro, pelo menos por alguns instantes.

É como diria Batoré: “tem gente que pensa que é bonito ser feio”.

Quero deixar claro que apesar de NÃO julgar quem faça, NÃO sou a favor da atitude descrita na letra do “arrocha” acima. Mas, viva a RECIPROCIDADE

Bom, acredito que o negócio é orar e pedir a Deus que nos livre dos males e dos maus… e esperar o encontro com “O CARA” – coisa raríssima!

E pra quem já encontrou: jogue as mãos para o céu, agradeça muito e faça por onde mantê-lo assim!

Good Luck!

Beijos e até mais!

😉

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Anna Carolina Reis

     /  07/11/2012

    Oi! Que bom que voltou a escrever.Gostei muito do post. Tb nao consigo compreender pq namoram se nao conseguem ser fieis.ate pior que isso, não conseguem ser leais.

    Responder
  2. Bruna Lima

     /  08/11/2012

    Kkkkkkkkkkkk muito boa a comparação!
    Não concordo com pessoas que namoram por namorar, simplesmente. Mas a carência as vezes faz com que nos sujeitemos a coisas bizarras . Mas isso nao é regra. E pra mim ainda pior que o homem safado é a pitiguete oferecida que sabe que o moço tem compromisso e aceita ser a filial. Burrinhas!

    Responder

Comenta aqui, gente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: