Mas eu me mordo de inveja.

in.ve.ja

(lat invidia) 1 Desgosto, ódio ou pesar por prosperidade ou alegria de outrem. 2 Desejo de possuir ou gozar algum bem que outrem possui ou desfruta. 3 O objeto que provoca esse desejo. Var: invídia.  (Moderno Dicionário da Língua Portuguesa – Michaelis)

Bom, sou forçada a assumir que se existe alguém que me deixa morrida de inveja, é a Angelina Jolie: linda, magra, estilosa, rica e esposa do Mr Brad Pitt, que não satisfeita só com isso tudo, ainda tem a nobreza e grandeza de se preocupar e fazer muito por quem precisa. Se despe do luxo e desbrava os campos de refugiados na África em missões da ONU, passa horas conversando e ouvindo aquela gente, que como ela mesmo diz: ” é tão sofrida, mas cheia de carinho e afeto.” Coisa que eu sinceramente e infelizmente,  não sei se faria.

Já faz um tempinho que me indago sobre o que leva uma pessoa que nunca fez nada de importante, minimamente interessante ou que merecesse ao menos 1% de admiração e orgulho, a cogitar a possibilidade de alguém morrer de inveja dela.

Cheguei a conclusão que isso é uma espécie de zona de conforto, ou seja, talvez essa pessoa esteja infeliz e insatisfeita com a vida que possui, em um ou em vários aspectos (profissional, pessoal, amoroso, familiar) que até uma crítica construtiva incomoda e ofende. Realmente, deve ser muito mais cômodo acreditar que o mundo gira em torno de si próprio e que as coisas não estão indo bem por causa do “olho gordo” e inveja dos outros, do que fazer algo que preste para mudar ou progredir.

ACORDA PRA VIDA! 

Ao invés de gritar aos quatro cantos que seu nome está na “boca do sapo” ou que fizeram vodu e macumba contra você, que todos os seres que existem e até os que não existem, desejam o seu mal, transforme acontecimentos em oportunidades.

Reflita, analise as situações! Talvez seja você, o portador da inveja crônica.

FICA A DICA:

– Aproveite pelo menos uma dessas horas valiosas que você fica online pra fazer algo útil, a INTERNET não se resume apenas às redes sociais!

– Assista aos telejornais, experimente tomar conhecimento das notícias do dia, ser for muito difícil, comece pelas da sua cidade. Eleja e acompanhe uma novela/série – vigiar a vida de seu personagem favorito é mais digno do que vigiar a vida dos seus vizinhos – mas não se esqueça que o personagem vive na ficção.

Engrandeça o seu repertório! Não existe nada mais “broxante” do que alguém com assunto único e especifico  (que só sabe falar sobre sua própria profissão e função, ou só homens/mulheres, ou só relacionamentos falidos e coisas do tipo).

– Ouça as rádios, você consegue fazer isso até pelo celular. Vá a shows, teatro, cinema! Preste atenção nos artistas de rua. Tudo e todos podem nos ensinar algo, mesmo que negativo.

– Pesquise o significado de palavras em um dicionário, dessa forma vai saber quando e a forma correta de usá-las.

– Leia muito, leia tudo, leia sempre.

– Ore, converse com Deus! Leia a Bíblia, escute o que Ele tem a te dizer! Vá a igreja.

– Faça trabalhos voluntários.

– VIVA sua vida! Não viva a vida dos outros! Não viva a vida que gostaria de ter.

Acredito que assim irá se tornar uma pessoa melhor e mais agradável, inclusive, as coisas na sua vida fluirão. Porém, devo lhe informar, que não vai ter feito nada além do que a sua obrigação.

Anúncios
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. simone peres

     /  09/02/2012

    a inveja é um sentimento(q pode virar doença) muito complexo, tanto pra quem inveja qto pra quem se sente invejado. Penso q pra quem inveja, mesmo tendo uma vida própria com muitos afazeres e preocupações não se dá conta disso, pois sempre acha a vida do outro mais interessante. e pra quem se sente invejado, deixa de viver sua própria vida p se preocupar com o “outro”(s) que a está invejando. Aí começa os rituais p “TIRAR INVEJA”: galho de arruda, banho com sal grosso, velas coloridas(uma p cada tipo de inveja)…
    Acho mesmo é q cada um deve tomar conta da SUA VIDA !!!

    Adorei o blog cunhadita! mil bjks!

    Responder
  2. Isabela Chagas

     /  15/02/2012

    Certíssima! Inveja tem condenação certa! Bjusssssss

    Responder

Comenta aqui, gente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: